El enlace fue enviado a su email.

No se pudo enviar el enlace a su email. Por favor, verificar su correo electrónico.

Missing captcha code. Please check whether your browser is not blocking reCAPTCHA.

Invalid captcha code. Please try again.

Ayuda en línea

GEO5

Tree
Settings
Producto:
Programa:
Idioma:

Influência do Histórico do Carregamento

O histórico do carregamento tem uma influência substancial na distribuição da curva de deformação e, consequentemente, também nos valores das características da deformação. A figura seguinte mostra a curva de deformação (diagrama Δe = fσef)) derivado a partir do ensaio de carregamento edométrico correspondente, por exemplo, a um solo arenoso natural denso.

Histórico de carregamento a) Curva de deformação para solos argilosos a partir de ensaio edométrico b) Interpretação simplificada da curva de deformação

A amostra de solo foi gradualmente carregada até atingir o nível de tensão σbef, a relação tensão-deformação (σbef - ε) dentro da secção a-b é linear e é denotada como primária ou virgem (isto é, a compressão relativa é obtida). Ao exceder o nível de tensão σbef, a amostra foi descarregada elasticamente e o solo moveu-se na direção ascendente para a secção b-c da curva de deformação. Após novo carregamento, o solo moveu-se na direção descendente, desde a secção b-c, até atingir a tensão original σbef, antes de novo relaxamento. Ao realizar um carregamento superior a σbef, a curva de deformação aproxima-se, assintoticamente, da secção d-e, com a linha primária a ser acompanhada pela deformação inelástica da amostra do solo. Esta curva de tensão-deformação complexa é muitas vezes simplificada pela curva de deformação idealizada (fig. b). Esta curva caracteriza a sobreconsolidação dos solos, que estiveram sujeitos a tensões elevadas e a relaxamentos consecutivos. O rácio de sobreconsolidação (OCR) representa o rácio entre a tensão de pré-consolidação máxima que o solo alguma vez experimentou e a tensão vertical atual. Os solos sobreconsolidados apresentam a curva de deformação definida pelos pontos c-d-e. A alteração na inclinação ao longo desta linha (dada pelo ponto d) corresponde à tensão geostática vertical σo (solos normalmente consolidados) ou à pressão de pré-consolidação σc (solos sobreconsolidados). Este ponto influencia a deformação do solo, que é menor dentro da secção c-d, quando comparada com a secção d-e (onde para um nível de sobreconsolidação elevado a deformação do solo aumente). As características de deformação adicionais, como o módulo de deformação durante o relaxamento Ee, índice de expansão unidimensional Ce, índice de recompressão Cr, etc. são introduzidos para descrever o comportamento complexo do solo. Correntemente, o parâmetro do solo mais utilizado é o índice de recompressão Cr adequado para a computação do assentamento de solos sobreconsolidados.

Pruebe GEO5.
Gratis y sin restricciones en el análisis.